NOSSOS PROFESSORES

A Brick School tem o privilégio de não ter apenas professores, mas profissionais com ampla experiência. Ensinando teoria, mas com foco na prática que o mercado vai exigir de você daqui pra frente.  Nossos profissionais do corpo docente atuam ou já atuaram em grandes empresas do setor e podem trazer  tudo o que existe de mais atual em conhecimento.

LUIGGI GRANIERI

Engenheiro civil com várias habilitações em engenharia mecânica, especializado em Áudio e Acústica e músico formado no Conservatório do Brooklin com licenciatura plena em música na FCG. Membro permanente da Audio Enginnering Society, com MBA em Gestão Estratégica na FGV, foi professor em várias conceituadas escolas como EMT, Synthex Pro School, Faculdade Melies dentre muitas outras. Foi proprietário do Estúdio Estação 49, já executou centenas de projetos acústicos residenciais, comerciais e industriais e como produtor já produziu mais de 100 CDs, diversas bandas, jingles, além de trilhas sonoras para teatro , cinema e TV.

 

O conhecimento acadêmico aliado a uma vasta experiência profissional no mercado de Áudio, Vídeo, Áudio PRO e Acústica, proporcionou uma sólida base para o desenvolvimento de um curso que resume os quase vinte anos dedicados ao segmento, traduzidos em valiosos conceitos inerentes à operação e entendimento dos equipamentos e técnicas utilizadas no universo musical do Áudio, Acústica e da Música.


• AUDIO ENGINEERING SOCIETY - USA - MEMBER 101.373


• MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA NA FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS (FGV) DE SÃO PAULO, 2011.


• LICENCIATURA PLENA EM MÚSICA NA FCG SÃO PAULO, 2002-2004.


• 5 ANOS DE CURSO COM O PHD-HARVARD RENATO MENDES - HAMMOND E ESTRUTURAÇÃO MUSICAL.


• ENGENHARIA MECÂNICA/CIVIL PELA UNIVERSIDADE DE ENGENHARIA MACKENZIE, EEUM,1996.


• PIANO POPULAR NO CONSERVATÓRIO MUSICAL DO BROOKLIN PAULISTA. 1985-1997


• PROFESSOR DA SYNTHEX PRO SCHOOL E DESENVOLVEDOR DO CURSO AUDIO COMPLETE.


• PROPRIETÁRIO DO ESTÚDIO ESTAÇÃO 49.

AMLETO BARBONI
VITOR ALVES

Iniciou como técnico de áudio em 1998 e especializou-se estudando no IAV. No Z&O Estúdio, durante dezoito anos de atividade como estúdio comercial, gravou e produziu os mais diferentes artistas nacionais e internacionais.

A partir de 2016 passou a atuar exclusivamente como produtor musical encerrando as atividades do Z&O Estúdio como estúdio comercial e a partir desse ano passou a atender especificamente aos trabalhos de produção musical. Ao mesmo tempo, híbrido por natureza, começou a atuar no ramo publicitário como diretor de fotografia e produtor musical da agência Suba atuando como head de produção e sendo responsável por toda produção de conteúdo audiovisual da agência para marcas e talentos até 2020.

 

Em 2017 foi o idealizador e coordenador pedagógico do Mosh Institute, estrutura experimental de ensino de áudio sob a marca Mosh Studios, implementando no mesmo ano, com sucesso, os cursos de Gravação e Mixagem e uma ampla grade de cursos para o próximo ano, mas o projeto teve que ser descontinuado no ano seguinte por questões de logística e agenda. Já executou trabalhos para: Fbiz, DPZ, AlmapBBDO, WMccann, TV Cultura e marcas como: Unilever, L`óreal, Visa, Lupo, Huggies, Lowko, Prevent Sênior, entre outras.

Como diretor e produtor musical da banda Rotação Inversa excursionou pelo país abrindo os shows de artistas como: Frejat, Skank, Capital Inicial, Paralamas do Sucesso, Jota Quest, Paula Toller, Zeca Baleiro, Titãs, Arnaldo Antunes e Teatro Mágico.

No ambiente didático destacam-se a produção musical dos Métodos do Guitarrista Marcos Ottaviano: Guitarra Blues Vol:1 (Guitarplayer) e Vol:2 (independente) e o desenvolvimento de todo material didático do Mosh Institute.

Como músico, além de uma extensa lista de participações ao vivo, com seu trabalho autoral tocou em diversas unidades do Sesc e nas principais casas de show. Teve seu primeiro disco lançado pela gravadora Delira Música que contou a participação dos principais percursores e expoentes do Blues Brasileiro. Lançou em seguida o DVD “A Night at Maxwell St” com a participação de músicos considerados referências no Blues Brasileiro: Marcos Ottaviano, Richard Montaño e como convidado especial, Robson Fernandes. Esse dois trabalhos tiveram no total a deferência de nove páginas nas revistas Cover Guitarra e Guitarplayer, maior publicação do gênero no mundo, entre outras.

VITOR ALVES é produtor musical, pianista e técnico de áudio no Brasil e no Exterior.

 

Recebeu dois Grammys como músico em 2003 e 2010.

 

Formado em Composição e Arranjo pela UNESP/SP e Piano Popular pela EMESP.

 

Foi side man de muitas bandas de projeção nacional durante a maior parte de sua vida, tendo iniciado profissionalmente nesse segmento há 32 anos.

 

Desde 2003 dedica-se a gravações, trabalhando em produções de artistas com grande projeção no Brasil e também nos EUA. 

Dentro do segmento "áudio" fez inúmeros cursos como:

 

Advanced Audio Engineering and Music Production - Orlando Audio Engineering School Flórida/USA

Audio Fundamentals for Recording Course - Berklee School of Music - MA/USA

 

Masterclasses nos EUA com mestres como:

Eddie Kramer, Andrew Scheps, Joe Barresi e Manny Marroquin.

LAWRENCE SHUM

Lawrence Shum é ator e locutor comercial e publicitário.

 

 

Graduado pela FAAP e Mestre e Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC – SP

 

 

Professor dos cursos:

 

Audiovisual, Publicidade e Propaganda e Rádio, TV e Internet na Fapcom

Jogos Digitais na PUC-SP.
 

Entre 1983 e 1996, trabalhou como locutor e produtor em algumas das principais emissoras de rádio e TV de São Paulo:

 

Antena 1, FM 97

Excelsior AM (atual CBN),

Gazeta FM, Nova FM Record, Band FM, TV Bandeirantes e Eldorado FM.

 

 

Entre 2003 e 2014 foi locutor nos canais HBO Plus e HBO Max.

Atualmente, também é sócio da produtora de áudio Núcleo de Criação e atua como mestre de cerimônia em eventos corporativos e apresentador de vídeos.

RODRIGO BRAGA

Rodrigo Braga é pós-graduado em Música Popular pela FACCAMP (2014) e bacharel em música com especialização em composição pela faculdade “UniFiam/Faam” (2009).

 

Iniciou seus estudos no “Conservatório Fundação das Artes de São Caetano do Sul”, no qual concluiu o curso de piano popular em 2004 sob a orientação do pianista Ogair Junior.

 

Estudou posteriormente com Marisa Lacorte, Rogério Zaghi, Edmundo Cassis, Evaldo Soares e Claudio Tegg.

 

Profissionalmente, trabalha como instrumentista e arranjador. Já tocou e gravou ao lado de grandes nomes da música brasileira de diversos gêneros: Na música pop, Simoninha, Léo Maia, Cláudio Zolli, Paulo Ricardo, Luciana Melo e Fernanda Porto; Ana Canhas, Caco Barros, Simoni Pelissari, Markinhos Moura, Mieli, Diego Venâncio, Lia Cordoni, Mariane Mattoso, entre outros; na música instrumental realizou apresentações nos principais circuitos de bares da noite paulistana ao lado de grandes nomes da música instrumental como Jorge Ervolini, Vinicius Gomes, Dino Barioni, Michel Leme (guitarra); Robertinho Carvalho, Sidmar Vieira, Gustavo Sato, Rogério Boter Maio, Zerró Santos, Thiago Alves e Lito Robledo (contrabaixo); Alexandre Damasceno, Vitor Cabral, Daniel de Paula, Digão Brás, Bruno Tessale, Nelton Essi, Paulinho Vicente, Jonatas Sansão e Jorginho Savedra (bateria); Cássio Ferreira, Josué dos Santos, Cesar Roversi (saxofone); Bocato, e o trombonista norte-americano Vicente Gardner. Durante 3 anos integrou a BigBand do programa Hebe Camargo, e a Speakin Jazz Big Band - tendo a oportunidade de tocar no Festival de Trompete acompanhando músicos que integraram a antológica Count Basie Big Band. Gravou diversos álbuns como músico “sideman” e em 2017 lançou com seu quarteto - David Kerr & Canastra TRIO - o álbum Walkin’ in the white shoes! que foi indicado ao prêmio de melhor álbum da Musica Brasileiro do mesmo ano. Recentemente destaca-se o concerto com o compositor João Bosco na Sala São Paulo com orquestra e arranjos de Jether Garotti.

 

Atualmente leciona Piano, Prática de Grupo e Harmonia no “Conservatório Municipal Fundação das Artes de São Caetano do Sul”.

 

É o idealizador do projeto “Som na Calçada da Fundação das Artes” — o qual vem recebendo destaque na crítica especializada e geral da região do ABC, incentivando consideravelmente a cultura nessa região.

 

Apresenta-se na noite paulistana com o show de Grand América Songbook ao lado do crooner de jazz David Kerr e nas casas “Restaurante Terraço Itália”, “Bar do Bareto” e “Famiglia Mancini”.

 

E desenvolve paralelamente outros diversos projetos como pianista e compositor, além de se dedicar ao seu recém inaugurado Estúdio em São Bernardo do Campo, chamado A Sala Estúdio.